NOTICIA DESTACADA

Só mais um passo! Equador joga contra Senegal pela classificação
Só mais um passo! Equador joga contra Senegal pela classificação
Programa Evolução da CONMEBOL continua com palestras e capacitações
Programa Evolução da CONMEBOL continua com palestras e capacitações
Brasil é a primeira seleção sul-americana nas oitavas de Final
Brasil é a primeira seleção sul-americana nas oitavas de Final

Inter vence La U e avança à 3ª rodada

inre

O Internacional de Porto Alegre conseguiu nesta terça-feira o passe para a terceira fase da CONMEBOL Libertadores 2020, ao derrotar o Universidad de Chile por 2-0.

O Colorado gaúcho, campeão da máxima competição continental em 2006 e 2010, encurralou a defesa chilena desde o início, pronto para resolver em seu feudo de Porto Alegre uma chave que começou com um empate sem gols na ida em Santiago.

Aos 43′, o volante Gabriel Boschilia, que substituiu Patrick minutos antes, com moléstias musculares, abriu caminho para os brasileiros. Aproveitou um erro do defesa Diego Carrasco.

E aos 76′, o volante Marcos Guilherme, que substituiu o argentino Andrés D’Alessandro, selou o passe do Colorado com gol feito de potência e habilidade.

 

– Números –

  • Internacional acumula seis jogos invictos contra times do Chile em competições CONMEBOL (5V 1E); antes dessa sequência, não havia vencido nenhum dos quatro duelos anteriores (3E 1D).
  • Internacional permaneceu invicto nos últimos 17 jogos como local na CONMEBOL Libertadores (13V 4E); igualou a maior racha ativa entre as equipes da competição (17 Tigres).
  • Universidad de Chile não conseguiu marcar em nenhum dos seus últimos oito jogos na CONMEBOL Libertadores (3E 5D); é a maior sequência histórica de uma equipe chilena na competição.
  • Internacional venceu o Universidad de Chile com dois gols marcados por jogadores que entraram do banco; o Colorado não marcava dois gols com jogadores suplentes na CONMEBOL Libertadores desde a final de 2010, contra Guadalajara: Leandro Damião (75′) e Giuliano (88′).
  • Universidad de Chile não acertou remates ao arco em sua derrota por 0-2 contra o Internacional, algo que aconteceu pela primeira vez em seus 40 jogos nas competições da CONMEBOL desde 2013, quando a análise da Opta começou.

 

 

 

 

AFP / OPTA

Últimas Noticias