NOTICIA DESTACADA

2 times brasileiros e 1 equatoriano conquistam leve vantagem no torneio
2 times brasileiros e 1 equatoriano conquistam leve vantagem no torneio
CONMEBOL deixa de exigir teste negativo de COVID para suas competições
CONMEBOL deixa de exigir teste negativo de COVID para suas competições
Detentores de direitos televisivos confirmados para a Sub-20 Intercontinental
Detentores de direitos televisivos confirmados para a Sub-20 Intercontinental

Jogos que prometem grandes emoções por duas vagas na Fase de Grupos

libertadores-750px-14-4

Grêmio x Independiente del Valle e Atlético Nacional x Libertad, duas chaves totalmente abertas, serão disputadas nesta quarta-feira na revanche da Fase 3 da CONMEBOL Libertadores 2021.

Na ida, Grêmio perdeu do Independiente del Valle 2-1 e terá a missão de virar esse placar em casa, no estádio Arena do Grêmio de Porto Alegre, às 19:15, horário local (22:15 GMT).

O Tricolor gaúcho, um histórico time do torneio com três conquistas terá várias baixas em sua formação, porém contará com o peso de sua hierarquia copeira contra um time equatoriano, em alta nos últimos anos dentro do continente, campeão da CONMEBOL Sudamericana em 2019.

O ganhador da série classificará para o Grupo A da Libertadores, conformado pelo campeão defensor Palmeiras (BRA), o ganhador da CONMEBOL Sudamericana-2020 Defensa y Justicia (ARG) e Universitario (PER).

– Antecedentes –

  • A derrota do Grêmio contra o Independiente del Valle na semana passada na CONMEBOL Libertadores significou a terceira derrota do time gaúcho ante conjuntos equatorianos em 13 encontros no certame (8V 2E 3D). Também representou a segunda derrota consecutiva contra times equatorianos, após perder do Barcelona de Guayaquil em 2017. Essa foi a única partida que perdeu como local na CONMEBOL Libertadores contra times de dito país.
  • Independiente del Valle nunca pôde celebrar um gol em suas viagens ao Brasil na CONMEBOL Libertadores: perdeu os três duelos que disputou no Brasil (1-0 x Botafogo em 2014; 1-0 x Atlético Mineiro em 2016 e 4-0 x Flamengo em 2020). Em sua história disputou sete jogos contra brasileiros na CONMEBOL Libertadores (4V 3D).
  • Brian Montenegro (Independiente del Valle, 3 gols e 2 assistências) e Diego Souza (Grêmio, 4 gols e 1 assistência) são os jogadores que mais participaram de gols nesta CONMEBOL Libertadores (5 cada um). Suas equipes, ao mesmo tempo, compartilham o segundo lugar em chutes a gol por jogo na atual edição do torneio (7, atrás dos 8 do Bolívar).
  • Independiente del Valle é a equipe com maior posse acumulada entre os que continuam na atual CONMEBOL Libertadores (66.4%), e também é o que conseguiu mais porcentagem de passes exitosos (87,9%).
  • Grêmio é o time que mais gols marcou nesta CONMEBOL Libertadores (9), e é o clube que mais celebrou nos últimos 15 minutos de jogo nesta edição do torneio (3). De fato, todos os gols que foram marcados no segundo tempo pelo time, foram conseguidos nesse fragmento do encontro.

 

No outro duelo, Atlético Nacional buscará virar o placar contra o Libertad que conta com a mínima vantagem conseguida em Assunção, com gol de Cristian Báez.

Bicampeão do continente, o ‘Verdolaga’ tentará fazer valer sua fortaleza, o Atanasio Girardot de Medellín, para virar a série ao seu favor no confronto que começará às 19:30, horário local (00:30 da quinta-feira).

O ganhador da série se unirá ao Nacional do Uruguai, Universidad Católica do Chile e Argentinos Juniors da Argentina no grupo F da Libertadores.

– Antecedentes –

  • Após a vitória do Libertad 1-0 sobre o Atlético Nacional no jogo de ida, a série de duelos entre estas duas equipes na CONMEBOL Libertadores foi equilibrada: agora com duas vitórias por time e um empate. Nenhum dos dois conseguiu ganhar como local em duelos entre eles nesta competição, e somente em um dos cinco duelos ambos os times anotaram (empate 2-2 no Paraguai na edição 2015 da CONMEBOL Libertadores).
  • Atlético Nacional registra só uma derrota nos últimos 19 encontros disputados jogando como local na CONMEBOL Libertadores (15V 3E 1D); perdeu do Botafogo do Brasil por 0-2 em abril de 2017. Em 12 desses 19 encontros secaram o ataque visitante ao não permitir gols.  
  • O time de Assunção somente pôde vencer equipes colombianas como visitante na CONMEBOL Libertadores em duas de dez ocasiões e não foi capaz de anotar gol na metade desses jogos (2V 3E 5D). Uma dessas vitórias foi em seu último duelo contra Independiente de Medellín em março de 2020 (1-2).
  • A defesa do Atlético Nacional é a que menos gols recebeu na edição 2021 da CONMEBOL Libertadores: só sofreu um gol em 3 partidas que disputaram nesta competição.
  • No encontro de ida, Óscar Cardozo do Libertad ingressou no minuto 58 substituindo Adrián Martínez, e nos minutos que teve disponível para participar do jogo, passou a ser o jogador mais ativo da equipe paraguaia no ataque dessa partida, com um total de 3 finalizações (mais que qualquer outro jogador de sua equipe), dando um passe que terminou em finalização e caindo em uma ocasião em fora de jogo.

 

 

 

 

 

OPTA – CONMEBOL.com

Últimas Noticias