Página inicio CONMEBOL

NOTICIA DESTACADA

Vai começar a CONMEBOL Libertadores de Futsal 2024 na capital argentina
Vai começar a CONMEBOL Libertadores de Futsal 2024 na capital argentina
Suspense no encerramento da 5ª rodada
Suspense no encerramento da 5ª rodada
10 times clasificados após penúltima rodada
10 times clasificados após penúltima rodada
Museo Conmebol
Cree en Grande

Juntos 2030: CONMEBOL apoia candidatura da América do Sul para a Copa do Mundo!

  • Os países sul-americanos, Uruguai, Argentina, Paraguai e Chile lançaram oficialmente sua candidatura conjunta para sediar o maior evento do futebol em 2030.
  • “Ao completar 100 anos, a Copa do Mundo deve retornar à sua casa de origem, a América do Sul”, enfatizou o presidente da CONMEBOL, Alejandro Domínguez, presente no ato oficial realizado nesta terça-feira nas instalações da AFA.

Os governos do Uruguai, Argentina, Paraguai e Chile lançaram nesta terça-feira, 7 de fevereiro, a candidatura conjunta à organização da Copa do Mundo de 2030, no centenário da primeira Copa do Mundo realizada em Montevidéu, em uma inédita candidatura quadripartite para sediar o maior evento do futebol.

É uma dívida histórica a volta da Copa do Mundo para a América do Sul, retornando às suas raízes onde tudo começou em 1930. O sonho ganha cada vez mais respaldo com a coroação da Argentina e o décimo troféu mundial para a CONMEBOL.

Uruguai foi o primeiro campeão mundial, com uma vitória por 4 a 2 sobre a Argentina na final, no então novíssimo estádio Centenário, em Montevidéu, que foi reformado pela CONMEBOL, em parceria com a AUF. Argentina é a campeã mais recente, ao vencer a França (empate em 3 a 3 e 4 a 2 nos pênaltis) na final do Catar-2022.

Até agora, cinco das 22 Copas do Mundo disputadas foram na América do Sul: Uruguai 1930, Brasil 1950, Chile 1962, Argentina 1978 e Brasil 2014.

Participaram do importante encontro o presidente da Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL), Alejandro Domínguez, e o presidente da Associação Argentina de Futebol (AFA), Claudio Tapia.

“Temos uma equipe. Acreditamos Sempre e a FIFA tem a obrigação de honrar a história daqueles homens que tornaram possível um torneio mundial há 100 anos. Tenho certeza de que esses homens ficariam surpresos ao ver o que o futebol conquistou”, disse o presidente Domínguez.

Tapia apoiou as palavras de Domínguez, ao mesmo tempo que agradeceu a sua integridade porque “Este sonho começou com você e também quero reconhecer sua importante contribuição na conquista do título da Copa do Mundo no Catar, porque você estava convencido de que tínhamos que tornar nossas seleções mais competitivas com a realização da CONMEBOL Copa América 2021. Agradeço a você, presidente, pela coragem e pelo acompanhamento”, disse o Presidente da AFA, em sua fala.

A conferência também contou com a presença de Diego Galeano Harrison, Ministro de Esportes do Paraguai, bem como Sebastián Bauzá, Secretário Nacional de Esportes do Uruguai; Alexandra Benado, Ministra do Esporte do Chile e Matías Lammens, Ministro do Turismo e Esportes da Argentina.

Posteriormente, os campeões argentinos de 1978 e 1986, como Ubaldo Matildo Fillol, Oscar Ruggeri, Omar Larrosa, Ricardo Bochini e Oscar Garré, além de parte da comissão técnica da seleção campeã de 2022, como Pablo Aimar e Roberto Ayala, posaram ao lado dos três troféus mundiais tão desejados pelo país anfitrião desta assembleia em defesa do lema: “Juntos 2030”.

CONMEBOL.com

Ultimas Noticias