NOTICIA DESTACADA

Independiente del Valle sagra-se bicampeão da CONMEBOL Sudamericana
Independiente del Valle sagra-se bicampeão da CONMEBOL Sudamericana
A 50 dias do Mundial: Equador quer fazer história
A 50 dias do Mundial: Equador quer fazer história
50 dias para o Mundial: Brasil em busca do hexa
50 dias para o Mundial: Brasil em busca do hexa

Museu do Futebol Mundial da FIFA é inaugurado em Zurique

O Museu do Futebol Mundial da FIFA abriu as suas portas ao público com uma pequena cerimônia na presença de uma centena de pessoas. "Neste lugar se respira e vivencia o futebol. Aqui você pode se contagiar do vírus do futebol, isso se você não tiver já no sangue. Tudo o que importa aqui é o futebol", disse Infantino em seu discurso durante o evento.

O Museu do Futebol Mundial da FIFA abriu as suas portas ao público com uma pequena cerimônia na presença de uma centena de pessoas. O ato, apresentado por Roman Kilchsperger, contou com a especial surpresa da presença de Gianni Infantino, recém-eleito presidente da FIFA, que mostrou-se visivelmente feliz por ter a possibilidade de estrear-se na inauguração do museu como máximo dirigente do órgão reitor do futebol mundial.

"Neste lugar se respira e vivencia o futebol. Aqui você pode se contagiar do vírus do futebol, isso se você não tiver já no sangue. Tudo o que importa aqui é o futebol", disse Infantino em seu discurso durante o evento.

Liderados por Stéphane Chapuisat, antiga estrela da Bundesliga alemã e da seleção suíça, um grupo de jovens jogadores do FC Wollishofen, um clube local, que encantou o público com seu espetáculo. Após a realização deste duo de malabaristas do futebol inglês, o novo Presidente da FIFA e o diretor do museu Stefan Jost fizeram uso da palavra para prosseguir com a abertura oficial das instalações. Uma rodada de intervenções em que participaram Mario Fehr, membro do Conselho de Governo do cantão de Zurique; Norbert Müller, Chefe de Gabinete da prefeita de Zurique, Corine Mauch; o próprio Stefan Jost e Markus Kattner, Secretário-Geral em funções da FIFA, completou a parte protocolar do ato.

"Este é um momento muito especial, já que podemos, finalmente, abrir as portas deste museu fantástico para o desfrute de todos", disse um Stefan Jost, que não ocultou a sua grande satisfação. "É um museu para todos, porque o futebol não conhece classe, cultura ou fronteiras. Este esporte é um patrimônio cultural de todos". O museu convida os visitantes a embarcar em uma viagem emocionante com surpresas fantásticas. A renovação do edifício 'Haus zur Enge’ requereu 20 meses de trabalho, e as obras interiores foram um grande desafio no aspecto técnico.

"Com este museu criamos um ponto de encontro fantástico para todos os amantes do futebol e do esporte", disse Markus Kattner. "A abertura vem em um momento perfeito e, em certa medida, simboliza um novo começo", acrescentou o Secretário-Geral em exercício da FIFA referindo-se ao museu e as recentes eleições presidenciais. Enquanto isso, Mario Fehr, reconhecido amante do futebol, também mostrou-se entusiasmado: "Este lugar é ótimo e não faz mais do que enriquecer a região de Zurique".

Em uma área de 3.000 metros quadrados, o museu conta com mais de mil objetos, 1.400 fotos, 500 vídeos, 60 telas e 15 postos interativos que proporcionarão aos visitantes uma experiência única. Além disso, o museu dispõe de um bar esportivo, um café bistrô e uma biblioteca, bem como salas para realização de eventos e seminários.

Últimas Noticias