NOTICIA DESTACADA

CONMEBOL organiza workshop com patrocinadores em Córdoba
CONMEBOL organiza workshop com patrocinadores em Córdoba
Mudança de horário nas Semifinais: Independiente del Valle x Melgar
Mudança de horário nas Semifinais: Independiente del Valle x Melgar
Colômbia e Brasil partem às quartas de final do Mundial Feminino Sub-20
Colômbia e Brasil partem às quartas de final do Mundial Feminino Sub-20

O paraguaio Díaz cresce com passos enormes no Castilla de Madri

Sergio Díaz fez três gols em seus dois primeiros jogos em casa e no último foi um gol desde 40 metros candidato a ser o melhor da temporada. Sem alterar-se mudou o bairro do Reducto em San Lorenzo (Paraguai), onde está a casa familiar, por Madrid, porém os que lhe conhecem não se surpreenden. Sempre foi um talento precoz.

Sergio Díaz fez três gols em seus dois primeiros jogos em casa e no último foi um gol desde 40 metros candidato a ser o melhor da temporada. Sem alterar-se mudou o bairro do Reducto em San Lorenzo (Paraguai), onde está a casa familiar, por Madrid, porém os que lhe conhecem não se surpreenden. Sempre foi um talento precoz.

Com sete anos seu pai Inocencio Ismael e sua mãe Miguela preceberam que o segundo mais pequeno de seus seis filhos tinha talento para o esporte rei. Levaram ele para a escola de futebol Tacuary, equipe da terceira paraguaia, porém aos 10 anos essa categoria era pquena para ele… “Marcou 47 gols e outros 24 olímpicos”, contava sua mãe. A criança que dormia com a bola e jogava com o cinco de central devia dar um salto. Um olheiro lhe captou e o levou ao Cerro Porteño. Chegou com dez anos e seis mais tarde estreava com a primeira equipe. Era no dia 27 de junho de 2014 e poucos meses depois a familia dava tudo por ele. No dia 13 de outubro seu pai abandonou seu trabalho de motorista para que Sergio deixasse de ir aos treinos no ônibus. Desde então foi Inocencio Ismael quem lhe acompanha a todos os lados (chegará em Madrid no começo de outubro).

Não era a primeira vez que Sergio marcava o 'senão' de sua familia. Anos antes os Díaz quase têm que emigrar à Argentina por motivos laborais, porém o pequeno Sergio não queria ir… Finalmente sua madrinha ajudou a conseguir um trabalho. Sergio e seus irmãos Cristian, Gustavo, Carolina, Laura e Pablo puderam ficar no bairro do Reducto e continuar com seu sonho de triunfar na Europa como seu ídolo o Kun Agüero.

No passado dia 14 de março, nove días depois de alcançar a maioria da idade, o ‘Chico’ Díaz assinou seu primeiro contrato profissional com Cerro Porteño, porém o vínculo de cinco anos com a instituição de Barrio Obrero quebrou o Madrid por 5,5 milhões. Pré-Temporada com Zidane, estreia e já com mais pause no Castilla. Chegou no filial com menos imprensa que Odegaard, porém em três jogos marcou mais gols que o noruego no ano e meio (dois). O último, desde 40 metros, foi muito celebrado por uns torcedores que seguravam uma bandeira paraguaia. Eram tios e primos de Sergio. Foram vê-lo e lhes deu uma joia. Não será a última.

 

 

 

 

AS.com:  http://goo.gl/oS3FmI

CONMEBOL.com

Video: Real Madrid de Castilla

Últimas Noticias