NOTICIA DESTACADA

Independiente del Valle sagra-se bicampeão da CONMEBOL Sudamericana
Independiente del Valle sagra-se bicampeão da CONMEBOL Sudamericana
A 50 dias do Mundial: Equador quer fazer história
A 50 dias do Mundial: Equador quer fazer história
50 dias para o Mundial: Brasil em busca do hexa
50 dias para o Mundial: Brasil em busca do hexa

Olimpíadas Especiais e CONMEBOL: a integração social como objetivo comum

A sra. Claudia Echeverry, presidenta regional e diretora geral de Olimpíadas Especiais fez uma visita ao presidente da CONMEBOL, Alejandro Domínguez.

A sra. Claudia Echeverry, presidenta regional e diretora geral de Olimpíadas Especiais fez uma visita ao presidente da CONMEBOL, Alejandro Domínguez.

A reunião foi levada a cabo na sede da CONMEBOL e ali a senhora Echeverry, que esteve acompanhada pela senhora Irma Cuevas, de Olimpíadas Especiais (Paraguai) indicou que “esta visita tem como objetivo reestabelecer um contato com a CONMEBOL e revalidar um convênio de trabalho conjunto que existe desde 2005”.

A senhora Echeverry destacou que “é muito alentador para a nossa organização o poder voltar a contatar com a dirigência da CONMEBOL através de seu presidente. O futebol é um esporte fundamental para a estrutura das Olimpíadas Especiais e é por isso que contar com o apoio da CONMEBOL e, por meio dela, de todas as suas associações significa um grande passo na tarefa do crescimento e desenvolvimento dos nossos meninos”.

Finalizou dizendo que “foi um encontro muito agradável e este primeiro passo será sem dúvidas o começo de uma relação que poderá dar ótimos resultados. O torneio mais próximo que temos é a Copa América, a realizar-se no Uruguai de 30 de março a 8 de abril e temos aproveitado esta oportunidade para convidar especialmente o presidente Alejandro Domínguez a comparecer à inauguração”.

Por sua parte o presidente da CONMEBOL manifestou que “no pessoal podem contar com todo apoio que for necessário. Sei da luta e do trabalho das Olimpíadas Especiais, de seus dirigentes, de seus atletas e com muito prazer farei todo o possível para que de forma institucional, com meus colegas da dirigência sul-americana, possamos trabalhar de maneira conjunta e em cada um dos países membros da CONMEBOL. Isto não digo como parte de um compromisso que às vezes parece uma obrigação mas porque realmente acredito que o futebol deve cumprir com sua função social. Agradeço o convite para a inauguração e farei o possível para ali estar”.

RS/conmebol.com

Fotos: Néstor Soto/conmebol.com

 

Últimas Noticias