NOTICIA DESTACADA

Colômbia inicia com pé direito, Brasil iguala estreia no Mundial Sub-20 Feminino
Colômbia inicia com pé direito, Brasil iguala estreia no Mundial Sub-20 Feminino
Workshop de Preparação de Gramado com a mira na Final da CONMEBOL Libertadores 2022
Workshop de Preparação de Gramado com a mira na Final da CONMEBOL Libertadores 2022
CONMEBOL Sudamericana entra na fase de definições
CONMEBOL Sudamericana entra na fase de definições

“Os tropeços nos servirão para colocar os pés no chão”, afirma Sánchez

O atacante chileno Alexis Sanchez, disse que os recentes contratempos da Seleção Chilena "servirão para colocar os pés no chão", desta forma enfrentar com mais garra os próximos jogos de eliminatórias para o Mundial Rússia 2018.

 

O atacante chileno Alexis Sanchez, disse que os recentes contratempos da Seleção Chilena "servirão para colocar os pés na terra", desta forma enfrentar com mais garra os próximos jogos de eliminatórias para o Mundial Rússia 2018.

"Temos que levantar a cabeça, como fizemos sempre. Nada foi facil. Às vezes tem que perder para perceber o que você tem pela frente", disse o jogador do Arsenal durante um ato publicitário em Santiago.

Alexis admitiu que a equipe está machucada pela derrota ante Paraguai (2-1) e o empate com a Bolívia (0-0), mesmo que os resultados das outras seleções sul-americanas fizeram com que a classificação continuasse muito complicada.

O atacante discorda que a equipe chilena tenha perdido a ambição e a motivação depois das duas Copas América que obteve nos últimos tempos, porém admitiu que cada vez é mais difícil ganhar.

"Não falta motivação, porém todas as equipes jogam com vontade de nos vencer porque somos os campeões", sustentou.

Alexis assegurou que desde que era criança sonha em ser um dos melhores jogadores do mundo e que seus próximos desafios com a Roja são: coneguir a classificação à Rússia 2018 e superar Marcelo Salas como máximo artilheiro da seleção, de quem os separam três gols.

Também apoiou a decisão de Claudio Bravo de partir ao Manchester City. "Eu tomei a mesma decisão de sair do Barcelona e ir à Inglaterra, que para mim tem o melhor futebol do mundo, é muito competitivo", disse.

 

 

RCNoticias / CONMEBOL.com

Últimas Noticias