NOTÍCIAS DESTACADA

CONMEBOL, em conjunto com as Associações Membro, concede prêmios para aumentar a competitividade nos torneios locais
CONMEBOL, em conjunto com as Associações Membro, concede prêmios para aumentar a competitividade nos torneios locais
Começou a venda geral de ingressos para a CONMEBOL Copa América Feminina Colômbia 2022
Começou a venda geral de ingressos para a CONMEBOL Copa América Feminina Colômbia 2022
Designação de árbitros para os encontros de ida – Oitavas de Final da CONMEBOL Sudamericana
Designação de árbitros para os encontros de ida – Oitavas de Final da CONMEBOL Sudamericana

Previsto grandes lances nas Oitavas de Final

Nesta quarta-feira segue os duelos das Oitavas de Final da CONMEBOL LIBERTADORES BRIDGESTONE 2017, com as partidas de ida que promete um bom futebol para a jornada: Atlético Paranaense (BRA) contra Santos (BRA); Barcelona (ECU) ante Palmeiras (BRA) e Jorge Wilstermann frente o Atlético Mineiro (BRA).

Paranaense e Santos no duelo entre brasileiros

Atlético Paranaense e Santos disputam nesta quarta-feira em Curitiba o duelo entre brasileiros pelas oitavas de final da CONMEBOL LIBERTADORES BRIDGESTONE 2017, um acontecimento decisivo para ambas as equipes para esta temporada.

O Atlético Paranaense perdeu no domingo ante o Sport Recife (1-0), estacionando nas quatro consecutivas vitórias do Brasileirão.

O clube declarou na segunda-feira que realizaram quatro modificações na equipe convocada para disputar a Libertadores: o lateral Gustavo Cascardo, o volante Bruno Guimarães, o meio-campo Guilherme e o atacante Ederson participarão no torneio, com a saída dos zagueiros Marcão e Leo, assim como dos volantes Luiz Otávio, Luis Henrique e Crysan.

Por outro lado, o ‘Peixe’ vem de empatar 1-1 com o Atlético Goianense na décima primeira rodada da Liga Nacional, torneio onde ocupa a quinta posição, perdendo por dois gols contra o Flamengo na Copa do Brasil.

A comissão técnica da equipe paulista incluiu nesta segunda-feira o lateral Caju no lugar de Matheus Oreiro, embora não jogue por moléstias.

Os meio-campistas Alison e Vecchio também jogam nesta fase do torneio continental, enquanto que Vitor Bueno fica de fora devido a uma lesão no ligamento do joelho.

O duelo será nesta quarta-feira às 19:15 local, no Estádio Vila Capanema de Curitiba e será dirigido pelo árbitro chileno Roberto Tobar, assistido por seus compatriotas Marcelo Barraza e Claudio Ríos.

Estatísticas

Atlético Paranaense – Santos

Dois jogos internacionais oficiais com triunfos do Atlético Paranaense nas quartas de final da Copa Libertadores 2005.

O duelo de ida como local 3-2 (Evandro, Marcao, Lima – Ricardinho, Deivid) e 2-0 na revanche (Aloísio 2)

Atlético Paranaense local

Por torneios Conmebol perdeu 2 dos últimos 10 e ambos ante argentinos: Vélez Sarsfield 3-1 (Libertadores 2014) e San Lorenzo 3-0 no dia 3 de maio.

Registro positivo recebendo outras equipes brasileiras pela Conmebol (6 – 3 – 2)

As derrotas foram: Vasco da Gama 4-2 (Sul-Americana 2007) e Flamengo 1-0 (Sul-Americana 2011)

Santos visitante

Por torneios Conmebol acumula 5 empates consecutivos e 8 sem ganhar, desde o dia 15 de março de 2012 ante Juan Aurich 3-1 pela Copa Libertadores

Visitou 16 vezes outras equipes brasileiras pela Conmebol: 4 – 4 – 8

Suas vitórias: Botafogo 4-0 (Libertadores 1963), Flamengo 3-0 e São Caetano 1-0 (Sul-Americana 2003) e Avaí 1-0 (Sul-Americana 2010)

Árbitro – Roberto Tobar

Tem 8 partidas pela Copa Libertadores

Quatro na atual edição: Lanús 0 – Nacional 1, Jorge Wilstermann 2 – Atlético Tucumán 1, Emelec 1 – River Plate 2 e Godoy Cruz 1 – Libertad 1

Nunca arbitrou de forma oficial o Atlético Paranaense e nem Santos.

 

Barcelona aproveita vantagem local ante Palmeiras

Barcelona de Guayaquil receberá nesta quarta-feira em seu gramado o Palmeiras, em duelo de ida das Oitavas de Final da  CONMEBOL LIBERTADORES BRIDGESTONE 2017.

O conjunto ‘canário’ que vem cantando depois de despedir do campeonato o último campeão do torneio, o colombiano Atlético Nacional na prévia.

“Nosso objetivo é o jogo de quarta-feira, é uma partida importante. Palmeiras está chegando, e no domingo deixou atrás muitos titulares e também aponta para a Copa”, declarou à prensa o treinador uruguaio Guillermo Almada.

O estrategista, cuja equipe enfrenta pela segunda vez uma equipe brasileira, depois dos duelos de ida e volta com Botafogo na fase de grupos, enfrenta a partida com dúvida sobre o volante Gabriel Marques, por apresentar dor muscular.

Por sua parte, o time paulista, no porto de Guayaquil desde segunda-feira à noite, vem ao encontro depois de derrotar o poderoso Grêmio no Campeonato Brasileiro, onde ocupa o quarto lugar.

Compete com quatro novos inscritos para a Libertadores: os defesas Luan e Juninho, o volante Bruno Henrique e o lateral Mayke, que substituiram Rafael Marques, Vitor Hugo, Vitão e Alecsandro.

O “Verdão”, que tem em suas vitrines um troféu da máxima competição continental (em 1999), entra no campo de jogo com toda a humildade para fazer uma boa partida e obter um resultado positivo para a revanche, conforme declaração de Mayke.

O duelo está previsto para as 19:45 local de quarta-feira no Estádio Monumental de Guayaquil, sob a arbitragem do argentino Patricio Loustau e seus compatriotas Diego Bonfa e Gustavo Rossi.

Estatísticas

Barcelona – Palmeiras

Sem enfrentamentos internacionais oficiais

Barcelona local

Apenas ganhou 1 dos últimos 7 pela Conmebol: Atlético Nacional 2-1 no dia 14 de março.

Nivelado desempenho recebendo equipes brasileiras: 2 – 3 – 3

Suas vitórias foram: Bangú 1-0 (Libertadores 1986) e São Paulo 2-0 (Libertadores 1992)

Palmeiras visitante

Dos últimos 12 por torneios Conmebol venceu apenas um. Foi no dia 26 de abril ante Peñarol 3-2

Resultado negativo jogando no Equador: 1 – 0 – 3

El Nacional 0-1 e Emelec 3-1 (Libertadores 1995), El Nacional 1-3 (Libertadores 2000) e Liga de Quito 2-3 (Libertadores 2009)

Árbitro – Patricio Loustau

Será seu duelo número 35 por torneios de clubes Conmebol

Entre eles, 21 foram pela Copa Libertadores e três deste ano

Comandou duas vezes o Barcelona: Grêmio 1-2 (Sul-Americana 2012) e Libertad 1-0 (Sul-Americana 2014) e em uma ocasião arbitrou o Palmeiras: Millonarios 3-1 (Sul-Americana 2012).

 

Wilstermann busca atropelar o Mineiro no duelo de ida

O boliviano Wilstermann vai ter a missão de superar o brasileiro Atlético Mineiro, partida que será disputada em Cochabamba pelo duelo de ida da CONMEBOL LIBERTADORES BRIDGESTONE 2017.

Com a mesma ideia, o time ‘aviador’, dirigido pelo peruano Roberto Mosquera, reforçou seu plantel com o atacante Ricardo Pedriel, que repatriou do Mersin Idmanyurdu da Turquia, e com os brasileiros Carlinhos (Macaé) e Serginho (Piracicaba).

‘Wilster’, como é conhecido em Cochabamba (centro do país boliviano), foi classificado às oitavas junto com o brasileiro Palmeiras depois de liquidar no Grupo 5 o uruguaio Peñarol e o argentino Atlético Tucumán.

Conforme o DT, o Mineiro “é um time que se pode vencer se fizermos a coisa certa”.

O ‘Galo’, dirigido pelo técnico Roger Machado, chega com a baixa do seu zagueiro Leonardo Silva, por lesão, mas animado após derrotar com  autoridade por 3-1 o Cruzeiro neste último fim de semana no clássico de Belo Horizonte.

O jogo Wilstermann-Atlético Mineiro será disputado no Estádio Félix Capriles de Cochabamba, com uma capacidade para 30.000 pessoas, a partir das 20:45 local sob arbitragem do uruguaio Daniel Fedorczuck, assistido por seus compatriotas Richard Trinidad e Carlos Pastorino.

Estatísticas

Jorge Wilstermann – Atlético Mineiro

Dois confrontos internacionais oficiais com triunfos do Atlético Mineiro nas quartas de final da Copa Conmebol 1998. Venceu por 3-1 como local e 1-0 na partida de volta na Bolívia

Jorge Wilstermann local

Na atual edição da Copa Libertadores ganhou os três encontros: Peñarol 6-2, Atlético Tucumán 2-1 e Palmeiras 3-2

Recebeu em oito ocasiões equipes brasileiras com registro negativo: 2 – 1 – 5

Atlético Mineiro visitante

Nesta edição da Copa Libertadores alternou os três resultados possíveis: Godoy Cruz 1-1, Libertad 0-1 e Sport Boys 5-1

Na Bolívia perdeu uma das cinco ocasiões que disputou: Bolívar 4-0 na Copa Libertadores 2000. As quatro restantes foram vitórias 

Árbitro – Daniel Fedorczuck

Tem 23 jogos pela Copa Libertadores

Quatro na atual edição 2017

Nunca arbitrou o Jorge Wilstermann e em três oportunidades comandou o Atlético Mineiro: The Strongest 2-1 (Libertadores 2013), Santa Fe 2-1 (Libertadores 2014), Racing Club 2-1 (Libertadores 2016).

 

 

CONMEBOL.com / AFP

Estatísticas: Eduardo Bolaños

Ultimas Noticias