NOTÍCIAS DESTACADA

Brasil e Argentina campeões mundiais no mesmo dia
Brasil e Argentina campeões mundiais no mesmo dia
VAR CONMEBOL: análise de situação de jogo da Sudamericana – Colo Colo x Internacional
VAR CONMEBOL: análise de situação de jogo da Sudamericana – Colo Colo x Internacional
O campo de futebol da CONMEBOL: um espaço para clubes e seleções
O campo de futebol da CONMEBOL: um espaço para clubes e seleções

Ricardo Gareca: “Para chegar ao que Chile chegou, se trabalha por anos”

Ricardo Gareca, treinador do Peru, concedeu uma entrevista ao meio peruano Nacional Deportes. Nessa instância, louvou o futebol chileno. Colocou como exemplo enquanto falava do presente do futebol incaico. “Para chegar ao que Chile chegou é nessário anos de trabalho. Você vai para qualquer equipe do Chile e todas as divisões inferiores têm pelo menos 7 campos de jogo. Tem um processo que Chile se dedicou a trabalhar e rende seus frutos. Só agora através desta iniciativa da federação peruana com Daniel Ahmed está conseguindo realizar competições de 15 e 17 anos que não existiam”, disse o argentino.

Ao seu diagnóstico, adicinou: “Eu acho que a situação atual do futebol peruano é uma questão de talento. E é uma questão formativa, porque em uma determinada etapa Peru estava quase na mesma altura da Argentina e do Brasil. Isto não se trata de que o peruano não acredite, isto é um problema de fundo: político, esportivo, coisa mais profunda”.

Por último Ricardo Gareca propôs: “Peru tem 30 milhões de habitantes e está tudo centralizado em Lima. O que é a selva, distintas regiões, imaginem a quantidade de jogadores que deveriam sair se competissem, porém não competem, não há equipes. Não é que Chile como por arte de magia conseguiu isto. Se há esta iniciativa da FPF de começar a incrementar uma competição federativa de começar a tirar talentos, é porque os talentos surgem da quantidade. Sempre do Peru vão sair bons jogadores. Porque os genes estão instalados, o que não está instalado no Peru são as fábricas, ou seja o formativo”.

 

 

 

 

Fonte: La Tercera.

Ultimas Noticias