NOTÍCIAS DESTACADA

Escalação de árbitros para as revanches das Oitavas de Final – CONMEBOL Sudamericana
Escalação de árbitros para as revanches das Oitavas de Final – CONMEBOL Sudamericana
Brasil e Argentina campeões mundiais no mesmo dia
Brasil e Argentina campeões mundiais no mesmo dia
VAR CONMEBOL: análise de situação de jogo da Sudamericana – Colo Colo x Internacional
VAR CONMEBOL: análise de situação de jogo da Sudamericana – Colo Colo x Internacional

River Plate goleia Binacional 8-0 no Grupo D

river_plate

O River Plate argentino conquistou sua primeira vitória na CONMEBOL Libertadores-2020 ao golear o peruano Binacional por 8-0 (parcial 1-0), em uma partida disputada na noite de quarta-feira, no estádio Monumental, a portas fechadas e pela segunda rodada do grupo D.

Milton Casco (38) colocou o River à frente, e no segundo tempo aumentou com gols dos colombianos Rafael Borré (54) e Jorge Carrascal (58), Ignacio Fernández (74 e 90 + 2), Jeickson Reyes (78, gol contra), o chileno Paulo Díaz (79) e Matías Suárez (88).

A equipe argentina também perdeu dois pênaltis, já que o goleiro Raúl Fernández defendeu o primeiro do uruguaio Nicolás de la Cruz (14), e depois Ignacio Fernández (33) bateu seu chute na trave.

Na próxima rodada, a ser disputada na próxima terça-feira, o River visitará o São Paulo, enquanto o Binacional receberá o Liga de Quito.

-Números-

  • Pela terceira vez na história, o River Plate venceu uma partida da CONMEBOL Libertadores por mais de 8 gols de diferença: 9-0 contra o Universitario de La Paz em 1970; 8-0 x Jorge Wilstermann em 2017; 8-0 x Deportivo Binacional em 2020 – empatou com Peñarol como a equipe que venceu mais jogos por mais de 8 gols nesta competição.
  • River Plate venceu 11 de seus últimos 12 jogos contra equipes peruanas como local na CONMEBOL Libertadores; o restante foi empate 1-1 contra Juan Aurich, em 2015.
  • Ignacio Fernández, do River Plate, participou de cinco gols na vitória por 8-0 contra o Deportivo Binacional (2 gols, 3 assistências); o máximo para um jogador em uma partida da CONMEBOL Libertadores desde 2017, quando Ignacio Scocco – também do Millonario – marcou cinco gols e participou de um contra o Jorge Wilstermann.
  • River Plate acertou 17 remates ao arco na vitória de 8-0 sobre o Deportivo Binacional, igualando o maior número em uma partida da CONMEBOL Libertadores desde pelo menos 2013, quando a análise Opta começou (17 de Guarani contra San José, também nesta edição).
  • Contando todas as competições, o River Plate marcou apenas 10 dos últimos 22 pênaltis que cobrou (excluindo decisão nos pênaltis); pela segunda vez nesta racha, errou dois pênaltis em uma partida (hoje, contra o Deportivo Binacional, Nicolás De La Cruz e Ignacio Fernández falharam).

 

 

 

AFP/OPTA/CONMEBOL.com

Ultimas Noticias