NOTICIA DESTACADA

2 times brasileiros e 1 equatoriano conquistam leve vantagem no torneio
2 times brasileiros e 1 equatoriano conquistam leve vantagem no torneio
CONMEBOL deixa de exigir teste negativo de COVID para suas competições
CONMEBOL deixa de exigir teste negativo de COVID para suas competições
Detentores de direitos televisivos confirmados para a Sub-20 Intercontinental
Detentores de direitos televisivos confirmados para a Sub-20 Intercontinental

Santos FC parte para a final em busca da quarta coroa

000_8yp9zh

Santos FC goleou o Boca Juniors por 3-0 nesta quarta-feira no Brasil e classificou para a final da CONMEBOL Libertadores-2020, onde enfrentará o Palmeiras com a motivação de ser o primeiro time brasileiro em alcançar pela quarta vez a Glória Eterna.

O ‘Peixe’, dirigido por Alexi Stival “Cuca”, despediu com solvência no estádio Vila Belmiro o campeão argentino, após o 0-0 em Buenos Aires, com anotações do volante Diego Pituca (16’), o meio-campista venezuelano Yeferson Soteldo (49’) e do extremo Lucas Braga (51’).

Em uma noite destacada do atacante e capitão Marinho, os brasileiros foram claros e demonstraram superioridade sobre os ‘Xeneizes’ de Miguel Ángel Russo.

Na primeira final brasileira da Libertadores desde 2006, quando Internacional derrotou São Paulo, Santos e Palmeiras, dessa vez o Santos vai pelo título no dia 30 de janeiro no mítico Maracanã, no Rio de Janeiro.

 

– Dados –

  • Santos disputará sua quinta final da CONMEBOL Libertadores, após alcançar em 1962 (campeão), 1963 (campeão), 2003 (vice-campeão) e 2011 (campeão). Será apenas a terceira final entre dois times do Brasil na história desta competição (2005 São Paulo x Athlético Paranaense, 2006 Internacional x São Paulo).
  • Santos conseguiu sua vigésima vitória por 3+ gols na CONMEBOL Libertadores; já tinha conseguido nas semifinais (4-0 x Botafogo em 1963) e finais (3-0 x Peñarol em 1962), também conseguiu contra um time argentino: 3-0 x Gimnasia de La Plata, na fase de grupos de 2007.
  • É a primeira vez que Boca perde por 3+ gols um jogo de semifinais ou finais da CONMEBOL Libertadores; no total, é a sexta vez que a equipe passa por isto nesta competição.
  • Marinho recebeu 13 faltas entre a ida (6) e a volta (7) das semifinais contra Boca; é o jogador com mais faltas sofridas na CONMEBOL Libertadores 2020 (42).
  • Frank Fabra sofreu sua primeira expulsão em competições CONMEBOL (24 PJ na Libertadores e 7 PJ na Sul-Americana).

 

 

 

CONMEBOL.com / AFP – OPTA

 

Últimas Noticias