NOTÍCIAS DESTACADA

Brasil e Argentina campeões mundiais no mesmo dia
Brasil e Argentina campeões mundiais no mesmo dia
VAR CONMEBOL: análise de situação de jogo da Sudamericana – Colo Colo x Internacional
VAR CONMEBOL: análise de situação de jogo da Sudamericana – Colo Colo x Internacional
O campo de futebol da CONMEBOL: um espaço para clubes e seleções
O campo de futebol da CONMEBOL: um espaço para clubes e seleções

Sportivo Luqueño passa à seguinte fase

000_1p48vq

O Sportivo Luqueño do Paraguai avançou sofrendo para a segunda fase da CONMEBOL Sul-Americana 2020, ao empatar 2-2 com os Mineros da Venezuela, na partida de volta da primeira rodada disputada nesta quarta-feira, em Assunção.

A equipe auriazul se salvou de ir para os pênaltis quando o atacante da equipe visitante, Richard Blanco, errou e mandou para fora a última oportunidade de marcar para prolongar a agonia.

O time visitante vindo de Guayana, liderados por Richard Páez, surpreenderam os locais com dois gols de entrada, aos 8′, marcado por Mynor Escoe, e aos 12′ minutos, um gol contra do zagueiro Paulo Lima.

No entanto, a equipe paraguaia, que na ida havia superado os venezuelanos por 3-2, alcançou a igualdade com um gol de cabeça de Óscar Noguera aos 36′, e o próprio Lima marcou, reivindicando seu erro, aos 69′.

– Números –

  • Com o empate 2-2 contra o Mineros, o Sportivo Luqueño permanece invicto contra equipes da Venezuela na CONMEBOL Sul-Americana (2V 2E).
  • Sportivo Luqueño empatou 2-2 com o Mineros e alcançou 10 jogos invicto como local na CONMEBOL Sul-Americana (7V 3E), sendo a maior racha ativa na competição por uma equipe do Paraguai.
  • Mineros foi eliminado pelo terceiro ano seguido na primeira fase da CONMEBOL Sul-Americana; a última vez que ele passou uma rodada foi em 2013, contra o Barcelona.
  • Com o 2-2 contra o Sportivo Luqueño, Mineros cortou uma racha de quatro jogos sem marcar como visitante em competições CONMEBOL; não convertia desde o 2-2 contra o Huracán, na Libertadores 2015.
  • Paulo Lima, de Luqueño, é o terceiro jogador a marcar um gol para seu time e um contra no mesmo jogo da CONMEBOL Sul-Americana; os anteriores foram Lucas Mugni em 2019 (Oriente Petrolero x Rionegro) e Carlos Casteglione em 2004 (Arsenal x Banfield).

 

 

 

AFP / OPTA

Ultimas Noticias