NOTICIA DESTACADA

Faltam 100 dias para o desafio da Copa do Mundo 2022 no Catar
Faltam 100 dias para o desafio da Copa do Mundo 2022 no Catar
Confira os grupos da CONMEBOL Sub-20 de Futsal Feminino
Confira os grupos da CONMEBOL Sub-20 de Futsal Feminino
Fixture das Semifinais da CONMEBOL Libertadores e da CONMEBOL Sudamericana 2022
Fixture das Semifinais da CONMEBOL Libertadores e da CONMEBOL Sudamericana 2022

Uma nova chance para reivindicações

libertadores-27-04-1-750px

Nesta terça-feira continua a ação na Fase de Grupos da CONMEBOL Libertadores 2021, uma nova oportunidade de reivindicação por parte de vários times que tropeçaram no início do torneio mais importante a nível de clubes do continente.

Flamengo x Unión La Calera (Grupo G)

Flamengo tentará garantir sua liderança no Grupo G da CONMEBOL Libertadores-2021 ao receber, no Maracanã, o chileno Unión La Calera na segunda jornada do Grupo G.

Estádio: Maracanã (Rio de Janeiro)

Hora: 19:15 horário local – 22:15 GMT

Árbitro: Eber Aquino (PAR)

– Antecedentes –

  • Flamengo nunca duelou com o Unión La Calera na CONMEBOL Libertadores. Este será o quarto time chileno diferente que o Flamengo confronta no torneio (5V 1E 7D).
  • Flamengo não perdeu como local em seus últimos oito jogos na CONMEBOL Libertadores (7V 1E). É sua maior racha desde 2008, quando o time brasileiro somou nove jogos consecutivos sem perder como local (8V 1E), começando em 2002.
  • Unión La Calera nunca ganhou como visitante em competições CONMEBOL (3E 2D). A equipe recebeu gols em todos os jogos fora de casa nesses torneios (6 no total).
  • Flamengo nunca perdeu na CONMEBOL Libertadores em jogos que Gabriel Barbosa participou de pelo menos um gol (9V 2E). O atacante marcou 12 gols e assistiu duas vezes em 18 partidas com o time brasileiro (10V 4E 4D).
  • Unión La Calera foi a equipe com mais recuperações (84) na primeira jornada da fase de grupos da CONMEBOL Libertadores. Dois dos quatro jogadores de campo com mais recuperações nessa jornada foram da equipe transandina: Gonzalo Castellani, com 16 no segundo lugar, e Erick Wiemberg, com 13 no quarto.

 

Liga de Quito x Vélez Sarsfield (Grupo G)

O equatoriano Liga de Quito receberá nesta terça-feira o argentino Vélez Sarsfield na segunda jornada do Grupo G da CONMEBOL Libertadores-2021.

Estádio: Rodrigo Paz Delgado (Quito)

Hora: 17:15 horário local – 22:15 GMT

Árbitro: Diego Haro (PER)

– Antecedentes –

  • LDU nunca ganhou do Vélez na CONMEBOL Libertadores (1E 3D). Vélez anotou em todos esses quatro jogos e ganhou em suas duas visitas ao Equador, sendo o único time com mais de uma vitória contra a LDU como visitante.
  • Três dos últimos quatro jogos da LDU contra equipes argentinas na CONMEBOL Libertadores tiveram o mesmo resultado (3-0). Um desses foi a favor da equipe equatoriana (contra o River) e os outros dois foram derrotas (um x Boca e outro x River).
  • Vélez não ganhou em seus últimos três encontros na CONMEBOL Libertadores (1E 2D). A última vez que passou mais de três jogos sem vitórias no torneio foi entre 1997 e 1999 (7PJ 5E 2D).
  • Entre os jogadores com mais de cinco duelos aéreos na primeira jornada da fase de grupos da CONMEBOL Libertadores, Franklin Guerra, do LDU, teve a maior porcentagem de duelos vencidos, junto com Fred, do Fluminense, e Alejandro González, do Sporting Cristal (89%, 8 vencidos de 9 totais).
  • Vélez também foi a equipe com mais entradas na primeira jornada da fase de grupos da CONMEBOL Libertadores (27) e seu jogador Tomás Guidara foi o jogador com mais entradas (8).

 

Atlético Mineiro x América de Cali (Grupo H)

O Atlético Mineiro confronta o América de Cali nesta terça-feira em Belo Horizonte na segunda jornada do Grupo H da CONMEBOL Libertadores-2021.

Estádio: Mineirão (Belo Horizonte)

Hora: 19:15 horário local – 22:15 GMT

Árbitro: Daniel Fedorczuk (URU)

– Antecedentes –

  • Atlético Mineiro nunca confrontou o América de Cali na CONMEBOL Libertadores. Os times duelaram na Copa CONMEBOL em 1995 e 1997 a equipe brasileira venceu os dois jogos que disputou como local (1E 1D no resto).
  • Atlético Mineiro perdeu dois dos seus últimos três jogos como local na CONMEBOL Libertadores após perder só dois dos últimos 42 em casa desde que estreou no torneio (27V 13E).
  • América de Cali não venceu em seus últimos nove jogos contra equipes brasileiras como visitante na CONMEBOL Libertadores (3E 6D). Sua última vitória no Brasil no torneio foi o 3-1 sobre o Flamengo em 1993.
  • Guga, do Atlético Mineiro, criou oito das 20 chances da sua equipe contra o Deportivo La Guaira e foi o jogador com mais chances criadas na primeira jornada da fase de grupos.
  • Entre os times que foram derrotados na primeira jornada da fase grupos, América de Cali foi o que teve maior posse de bola (68.4%).

 

Internacional x Deportivo Táchira (Grupos B)

Internacional buscará a reivindicação nesta terça-feira, quando receba em sua fortaleza o Deportivo Táchira que na primeira jornada já derrubou o Olimpia no Grupo B da CONMEBOL Libertadores.

Estádio: Beira Rio (Porto Alegre)

Hora: 21:30 horário local – 00:30 GMT

Árbitro: Andrés Matonte (URU)

– Antecedentes –

  • Internacional confrontou o Deportivo Táchira quatro vezes na CONMEBOL Libertadores (3V 1D). A duas vitórias da equipe brasileira como local tiveram quatro gols no jogo (4-0 em 1980 e 3-1 em 1989).
  • Inter perdeu seus dois últimos jogos como local na CONMEBOL Libertadores sem marcar gols. É a pior racha de derrotas em casa da equipe e, junto com uma sequência de dois empates a zero em 1980, é a pior racha sem anotar gols como local.
  • Deportivo Táchira venceu seus dois últimos jogos na CONMEBOL Libertadores. Sua maior racha no torneio é de três vitórias consecutivas, todas pela fase eliminatória de 2001.
  • Rodrigo Dourado, do Internacional, foi o jogador que mais recebeu faltas na primeira jornada da fase de grupos (7). Além disso, o volante brasileiro não cometeu nenhuma falta contra o Always Ready.
  • Maurice Cova, do Deportivo Táchira, foi o único jogador em conseguir dupla assistência na primeira jornada da fase de grupos. Além disso, o jogador acertou 91.9% dos passes em campo contrário (34 de 37).

 

Palmeiras x Independiente del Valle (Grupo A)

A vitória agônica contra o Universitario, na estreia da CONMEBOL Libertadores-2021, parecia guiar o Palmeiras, não obstante, sofreu uma nova derrota no campeonato Paulista, e nesta terça-feira buscará a redenção contra o equatoriano Independiente del Valle.

Estádio: Allianz Parque (São Paulo)

Hora: 21:30 horário local – 00:30 GMT

Árbitro: Roberto Tobar (CHI)

– Antecedentes –

  • Palmeiras duelou com o Independiente del Valle na história. Este será o sexto time equatoriano diferente que o Palmeiras confronta na CONMEBOL Libertadores (8V 4D).
  • Palmeiras venceu seus últimos sete jogos na fase de grupos da CONMEBOL Libertadores como local. Ganhou os três de cada uma das últimas duas edições e o último dessa fase como local em 2018.
  • Independiente del Valle não perdeu em seus últimos quatro encontros na CONMEBOL Libertadores (3V 1E). Se não perder do Palmeiras, empatará suas maiores rachas invictas (4V 1E em 2016 e 3V 2E em 2020).
  • Dos times que anotaram três gols na primeira jornada da fase de grupos, o Palmeiras foi o que teve menos chutes a gol (4). O único chute a gol do time brasileiro que não terminou em gol foi o disparado por Luan.
  • Christian Ortíz, que anotou o gol do Independiente del Valle no empate com o Defensa y Justicia, foi o jogador com mais finalizações totais na primeira jornada da fase de grupos (8), duas dessas a gol.

 

Boca Juniors x Santos (Grupo C)

Boca e Santos, dois gigantes da América, um com sede de revanche e outro precisando de pontos, voltarão a duelar nesta terça-feira em Buenos Aires desta vez pela segunda jornada do Grupo C da CONMEBOL Libertadores.

Estádio: Alberto J. Armando (Buenos Aires)

Hora: 19:00 horário local – 22:00 GMT

Árbitro: Jesús Valenzuela (VEN)

– Antecedentes –

  • Boca e Santos se reencontram após a semifinal da CONMEBOL Libertadores 2020. O histórico está a favor dos brasileiros: três vitórias para o Peixe, duas para o ‘Xeneize’ e um empate. Todas essas partidas foram na semifinal ou final da competição.
  • Boca perdeu só um dos últimos 17 jogos que disputou como local na CONMEBOL Libertadores (12V 4E 1D). A derrota foi, precisamente, contra um time brasileiro: 0-1 x Internacional, na edição 2020.
  • Santos soma oito jogos sem perder como visitante na CONMEBOL Libertadores (5V 3E), sendo a racha mais longa da equipe fora de casa no certame. Sua última derrota foi por uma má inclusão: 0-3 x Independiente em 2018.
  • Os 17 duelos e 10 duelos aéreos que Franco Soldano ganhou contra o The Strongest significaram a máxima quantidade em ambos os indicadores na primeira jornada da fase de grupos desta CONMEBOL Libertadores.
  • Santos não completou chutes a gol na derrota contra o Barcelona de Guayaquil. É a primeira vez que não dispara entre as três traves como local em um jogo da CONMEBOL Libertadores desde junho de 2012 contra o Corinthians.

 

 

 

OPTA / AFP

Últimas Noticias