NOTÍCIAS DESTACADA

Times históricos entram na briga pela classificação na CONMEBOL Sudamericana
Times históricos entram na briga pela classificação na CONMEBOL Sudamericana
Semana decisiva nas Oitavas de Final
Semana decisiva nas Oitavas de Final
CONMEBOL Copa América Feminina 2022: confira as estatísticas antes do início do torneio
CONMEBOL Copa América Feminina 2022: confira as estatísticas antes do início do torneio

Uruguai e Brasil se despedem do Mundial de Beach Soccer

nuevo_proyecto_-_2021-08-26t120557

As seleções do Brasil e do Uruguai não puderam avançar no Mundial de Futebol de Praia, após cair nesta quinta nas Quartas de Final ante Senegal e Suíça, respectivamente.

Os africanos, cujo melhor resultado tinha sido nas quartas de final em um Mundial, derrotaram por 5-4 os brasileiros na prorrogação.

Rodrigo fez o primeiro gol aos três minutos, ainda que Diagne empatou aos nove minutos. O primeiro período acabou em empate pois Diogo falhou um pênalti. (1-1).

A Canarinha parecia ter o controle do encontro no segundo parcial com gols de Diogo, que se ressarciu assim de sua falha, e de Da Cruz. (1-3).

Porém os africanos não baixaram os braços. Mandione anotou no minuto 25 e Mendy empatou de falta no finzinho do jogo. (3-3).

Os brasileiros nunca se recuperaram. A prorrogação de três minutos deu a sentença. Mendy e Mandione voltaram a marcar nos primeiros dois minutos e o tanto final de Rodrigo só serviu para maquiar o placar. (5-4).

Por sua vez, Uruguai perdeu de 10 – 1 da Suíça pelas quartas. Os charrúas, que também caíram pela mesma instância há dois anos, na Fase de Grupos haviam deixado fora Portugal, o último campeão do certame.

Encaixaram três gols nos primeiros dez minutos, ainda que Nico marcou de falta o único gol de sua equipe antes do intervalo. (3-1).

No segundo parcial o relógio suíço continuou sua marcha triunfal com quatro gols, um deles de pênalti. (7-1)

A equipe helvética, que já tinha surpreendido o Brasil na primeira fase, continuou pisando o acelerador e com três gols mais no último parcial, um deles contra o arco de Nico. (10-1).

 

 

 

 

EFE

Ultimas Noticias