NOTÍCIAS DESTACADA

Brasil e Argentina campeões mundiais no mesmo dia
Brasil e Argentina campeões mundiais no mesmo dia
VAR CONMEBOL: análise de situação de jogo da Sudamericana – Colo Colo x Internacional
VAR CONMEBOL: análise de situação de jogo da Sudamericana – Colo Colo x Internacional
O campo de futebol da CONMEBOL: um espaço para clubes e seleções
O campo de futebol da CONMEBOL: um espaço para clubes e seleções

Vélez recorre ao TAS em defesa de seus direitos sobre passe de um juvenil

O clube argentino Vélez Sarsfield continua na defesa de seu patrimônio, levando uma denúncia ao Tribunal de Arbitragem Esportivo (TAS por suas siglas em inglês).

É no caso de incorporação pelo Manchester City de um jogador de categoria menor da instituição futebol argentina. O clube Liniers reclama pelo passe do juvenil Benjamín Garré, que foi registrado ante a FIFA pela instituição esportiva inglesa.

Dado este registro, considerado ilegal pelo Velez, o clube de Buenos Aires recorreu ao TAS,  máximo órgão para atender controvérsias no âmbito esportivo em todo o mundo.

O TAS anunciou na quarta-feira (28), que em 3 de julho realizará a audiência sobre a denúncia do Vélez ao clube inglês, pela transferência do juvenil Benjamín Garre.

Velez processou no ano passado ante a FIFA que o City violou os regulamentos sobre a transferência de jogadores menores de idade ao fichar Garre, quando tinha 16 anos.

A equipe da Premier League disse que poderia registrar Garre na Associação Inglesa de Futebol e na FIFA porque o jogador tinha um passaporte italiano. FIFA segue as leis da União Europeia para permitir a livre transferência de jogadores com idades compreendidas entre 16 e 17 anos.

FIFA decidiu em setembro que “há elementos que justifiquem o início de um processo disciplinar contra o Manchester City”.

Dado este registro, considerado ilegal por Vélez, o clube portenho apresentou uma apelação ao TAS, o mais alto órgão para resolver controvérsias no âmbito esportivo mundial.

TAS anunciou na quarta-feira 28 de junho que no dia 3 de julho vai realizar uma audiência sobre a denúncia de Vélez à equipe inglesa pela transferência do jovem jogador Benjamín Garre.

Vélez queixou-se no ano passado com a FIFA de que City violou o regulamento sobre a transferência de jogadores menores de idade para assinar Garre, quando ele tinha 16 anos.

A equipe da Liga Premier disse que não poderia registrar Garre na Associação Inglesa de Futebol  e a FIFA porque o jogador tinha um passaporte italiano. A FIFA segue as leis da União Europeia que permitem a livre transferência de jogadores com idades entre 16 e 17 anos.

FIFA decidiu em setembro que “não há elementos que justifiquem o início de um processo disciplinar contra o Manchester City”.

Esta abordagem, no entanto, não é aplicável conforme os dirigentes de Vélez, pois a legislação europeia referida só se aplica entre as associações europeias. O caso de Garré envolve uma transferência entre um clube de uma Associação Membro da CONMEBOL e outra pertencente a UEFA.

No início deste ano, a Conmebol enviou uma nota de protesto à FIFA por este caso em particular.

No caso de Vélez ganhar o apelo, o City poderia ser proibido de registrar novos jogadores por um período de tempo.

 

 

Ultimas Noticias