Cree en grande.
CONMEBOL

Palmeiras derrota Defensa y Justicia por 2-1 no primeiro jogo

Palmeiras derrota Defensa y Justicia por 2-1 no primeiro jogo

O brasileiro Palmeiras derrotou o argentino Defensa y Justicia por 2-1 (parcial 1-0) na primeira final da CONMEBOL Recopa 2021, disputada nesta quarta-feira no estádio Norberto Tomaghello em Florencio Varela (periferia sul bonaerense).

Em um jogo intenso, Rony (16') e Gustavo Scarpa (75') marcaram os gols para o Verdão, o qual só precisará de um empate na revanche para erguer o troféu internacional, enquanto Braian Romero (58') descontou para o 'Halcón', que dominou boa parte da partida, porém com pouca contundência.

O Verdão mostrou suas credenciais para um time argentino que não deixará de lutar pelo título e continuar fazendo história no continente.

A revanche está marcada para 14 de abril no estádio Mané Garrincha em Brasília, onde foi modificada a localidade do Palmeiras devido às restrições no estado de São Paulo, pela pandemia da Covid-19.

 

-Números do jogo-

  • Palmeiras ganhou seu terceiro encontro consecutivo na Argentina em competições CONMEBOL, após vencer em só três dos 18 anteriores (9E 6D). A racha de duas vitórias consecutivas já era a melhor do time contra equipes da Argentina em torneios CONMEBOL, agora somou mais uma.
  • O gol de Braian Romero do Defensa y Justicia cortou a racha de duas partidas do Palmeiras sem sofrer gols em torneios CONMEBOL jogando na Argentina. Foi a única vez que o time brasileiro acumulou mais de um jogo sem receber gols na Argentina.
  • A derrota sofrida contra o Palmeiras botou fim na racha de três vitórias consecutivas do Defensa y Justicia contra times brasileiros em torneios CONMEBOL, sua maior na história. Todas essas três vitórias ocorreram na campanha do time argentino pelo título da CONMEBOL Sudamericana 2020 (1-0 Vasco fora de casa, 3-2 Bahia fora de casa e 1-0 Bahia em casa).
  • Dos jogadores do Defensa y Justicia que disputaram mais de 45 minutos, Braian Romero foi o que menos tocou na bola (26), mas foi o responsável por três dos quatro chutes a gol, inclusive do gol do empate temporário.
  • Zé Rafael, do Palmeiras, foi o jogador com mais desviadas no jogo (6). Além disso, entre os jogadores do time brasileiro, também teve a maior quantidade de recuperações (10, junto com Matías Viña), mesmo que disputou menos minutos que o uruguaio (63’).

 

 

 

 

AFP - CONMEBOL.com / OPTA