NOTÍCIA DESTACADA

CONMEBOL Copa América de Beach Soccer dá o pontapé inicial
CONMEBOL Copa América de Beach Soccer dá o pontapé inicial
Palestras educativas antidoping na prévia da CONMEBOL Copa América de Beach Soccer 2022
Palestras educativas antidoping na prévia da CONMEBOL Copa América de Beach Soccer 2022
Juízes designados para a 6ª rodada
Juízes designados para a 6ª rodada

León e Deportes Iquique empatam com golaço de último minuto na Libertadores

leon_-_iquique

León do México e Deportes Iquique do Chile empataram 1-1 na noite de terça-feira na partida de ida da chave 6 da primeira fase da Copa Libertadores da América-2013.

O León do México e Deportes Iquique do Chile empataram 1-1 na noite de terça-feira na partida de ida da chave 6 da primeira fase da Copa Libertadores da América-2013, no estádio Nou Camp da cidade de León (centro).

O argentino Rodrigo Díaz, aos 3 minutos, colocou os “Dragões Celestes” em vantagem. O uruguaio Sebastián Maz igualou para os “Barrigas Verdes” aos 88.

Nem Léon nem sua torcida haviam marcado no jogo quando Díaz já os había posto contra a parede com um gol espetacular.

Mal o placar dimunuiu, a “Fera” tentou reagir e, por alguns momentos, sufocou os “Dragões Celestes” que souberam suportar as pancadas.

O time chileno poderia ter facilitado o trâmite no final do primeiro tempo, mas desperdiçou um veloz contra-ataque.

León batalhou demais na segunda metade para se aproximar ao arco chileno, mas careceu de precisão. Porém Maz, que entrou substituindo, acabou se tornando no salvador leonés quando a partida agonizava.

O 1-0 do Deportes Iquique se derivou de uma bola parada. Víctor Sarabia tocou a bola para “Rengo” Díaz. O argentino se internou na área pelo lado esquerdo e, após aproveitar a falta de ofício defensivo de Nery Castillo, meteu um fuzil no arco rival.

A equipe esmeralda do técnico uruguaio Gustavo Matosas reagiu e causou sérios perigos na área visitante.

No minuto 8, o colombiano Yovanni Arrechea jogou um disparo raso que passou perto da base da trave esquerda do arco encomendado a Rodrigo Naranjo que,  instantes depois, aguentou com valentia um disparo de Castillo.

Rodrigo Brito também salvou sua rede aos 25 ao chutar para longe, de maneira oportuna, um disparo de Othoniel Arce.

A veemência leonesa veio a menos e, aos 45, estiveram a ponto de encaixar o segundo gol andino se não fosse uma falha na coordenação entre Leonardo Monje e Edson Puch quando já haviam pisado os últimos quinze minutos em campo.

A equipe mexicana padeceu um par de sobressaltos no início do complemento pois, aos 48, Puch mandou um disparo que apenas desviou o poste esquerdo do arco de Christian Martínez.

Um par de minutos depois, “Rengo” Díaz mandou um míssil que bateu no travessão local.

Aos 65, o arco dos “Dragões” também vibrou com um potente disparo de Juan Carlos Rojas que bateu na trave.

A meta celeste esteve a ponto de ser vulnerada aos 75 por Carlos Peña, mas seu disparo foi desviado por um zagueiro a um par de metros da linha de meta.

León conseguiu salvar com o 1-1 de maneira angustiosa graças a um remate de cabeça de Maz.

O mesmo centroavante charrúa quase entrega o triunfo para a “Fera”. Maz entrou na área chilena pela esquerda e, quase sem ângulo, chutou ao arco, mas aí estava Naranjo para bloquear o tiro com o corpo.

O jogo de volta será na próxima terça-feira no estádio Tierra de Campeones de Iquique, dia 29 de janeiro. O ganhador da eliminatória se integrará ao Grupo 4 da Libertadores onde já esperam Emelec do Equador, Vélez Sarsfield da Argentina e Peñarol do Uruguai.

Nike

Ultimas Noticias