NOTICIA DESTACADA

CONMEBOL capacita árbitros em prol do fortalecimento da justiça esportiva em campo de jogo
CONMEBOL capacita árbitros em prol do fortalecimento da justiça esportiva em campo de jogo
Lançamento da revista científica 2021 da CONMEBOL Médica e Unidade Antidoping
Lançamento da revista científica 2021 da CONMEBOL Médica e Unidade Antidoping
Fixture da CONMEBOL Copa América Futsal 2022
Fixture da CONMEBOL Copa América Futsal 2022

Suárez diz estar disposto a ir ao Real Madrid se receber oferta

000_mvd6538220

O uruguaio do Liverpool, Luis Suárez, disse que seria muito difícil recusar possível oferta do Real Madrid nos próximos meses, e pediu ao seu atual clube que considere tal opção.

O uruguaio do Liverpool, Luis Suárez, disse que seria muito difícil recusar possível oferta do Real Madrid nos próximos meses, e pediu ao seu atual clube que considere tal opção.

O jogador de 26 anos tem contrato com a equipe inglesa até 2018. Nesta temporada foi o máximo goleador de sua equipe com 30 tantos, mas terminou em desgraça castigado com dez partidas de suspensão por morder um defesa do Chelsea, Branislav Ivanovic.

“Acho que todo jogador aspira o máximo e você perguntar a qualquer menino de oito anos, ele vai dizer que seu sonho é jogar no Real Madrid ou no Barcelona. São equipes importantes e todos querem ir”, explicou o jogador ao jornal esportivo espanhol Marca.

“Tenho contrato com o clube, o primeiro. mas se algum dia me quiserem fichar, o Liverpool vai escutar a oferta, como se faz com outros jogadores e com todos os clubes”, disse o atacante, atualmente convocado com a ‘Celeste’ para a Copa das Confederações, que iniciará domingo contra a Espanha em Recife (nordeste do Brasil).

“Logo as equipes devem chegar a um acordo, apesar de que a palavra do jogador, neste caso a minha, seja importante. Se você precisa de uma mudança, deve escutar o jogador”, comentou o jogador.

Suárez acrescentou em sua entrevista que gostaria que não fosse lembrado pelos incidentes como o ocorrido com Ivanovic ou com Patrice Evra, do Manchester United, que insultou, custando oito jogos de sanção.

“Simplesmente queria que as pessoas não me lembrassem por isso, que não me ataquem como pessoa por isso. Prefiro as críticas futebolísticas, técnicas, que pelas atitudes que tive. Isso é o que me causa angústia ma Premier atualmente”.

“O amor que tenho pelo Liverpool nunca esquecerei. Amo a cidade, o clube, as pessoas. A minha família foi muito bem recebida. Todos estamos à vontade. Não  tenho que dizer nem demonstrar. Todos gostam de mi lá, mas respeito por sofrer tudo o que foi dito, porque minha família pode estar sofrendo ao escutar determinadas coisas alheias ao futebol”, acrescentou.

Texto e foto: AFP

Edição: conmebol.com

 

Ultimas Noticias