Cree en grande.
CONMEBOL

Sul-Americano Sub 17: Bolívia respira e Uruguai é eliminado

Sul-Americano Sub 17: Bolívia respira e Uruguai é eliminado

A Bolívia conseguiu um triunfo valioso ao vencer 3-2 a líder Colômbia. Por sua vez, Uruguai, outro necessitado, somou apenas um ponto em sua 3ª apresentação ante o Chile (1-1), portanto ficou fora da luta pela classificação no Grupo A do campeonato CONMEBOL Sul-Americano Sub-17, nesta 4ª feira no Estádio El Teniente de Rancagua.

Os bolivianos saíram em busca de um triunfo que os mantivesse com vida no torneio e seu objetivo começou aos 3 minutos graças um tiro cruzado de Freddy Roca que se converteu no primeiro gol.

Ampliou o placar Sebastián Melgar, que perto do arco cafeteiro levantou a bola numa extravagante pirueta e, de costas, meteu a bola no arco, aos 7’, em um dos mais preciosos gols vistos no torneio.

Colômbia, em choque pela situação, tirou unhas e dentes para remontar a adversidade, mas a Bolívia aguentou, e dedicou-se ao contragolpe e, em um deles, Roca marcou o terceiro.

Os cafeteros não cruzaram os braços e marcaram mediante López e Campaz, pondo dramatismo ao jogo, mas o esforço não foi suficiente e sofreu sua primeira derrota.

Com este resultado, Colômbia fica com sete pontos, ainda próximo da hexagonal final, e a Bolívia soma seus três primeiros pontos.

O primeiro a ser eliminado no torneio foi o Uruguai, devido ao fato do Chile ter empatado no jogo faltando 3’ para a finalização.

Uruguai, ante um empate que significava a eliminação, adiantou suas linhas e fez gol aos 71’ mediante um cabeçaço de José Pablo Neris, trás um passe de esquerda, e que significava uma nova oportunidade para avançar no torneio.

Porém quando o jogo já se aproximava do fim, um passe de esquerda foi conectado por Valencia sozinho no coração da área uruguaia que supôs o empate aos 90' de jogo, nos três minutos adicionais.

Com este resultado, Uruguai soma um ponto, despedindo-se desse modo do Sul-Americano, enquanto Chile alcança as cinco unidades, ainda com possibilidades de avançar na Hexagonal Final.

 

 

 

CONMEBOL.com / AFP